Últimas Notícias

OpenOffice pode estar chegando ao fim por falta de desenvolvedores


Alternativa open source ao Microsoft Office soltou apenas uma atualização em 2015 e até sugeriu que usuários migrassem para rival LibreOffice recentemente.

O OpenOffice, uma das mais conhecidas alternativas open source ao pacote Microsoft Office, pode chegar ao fim pela falta de desenvolvedores. As informações são do Ars Technica.

Isso porque os líderes do projeto acreditam que não existam desenvolvedores suficientes para manter o pacote de produtividades devidamente atualizado para os usuários.

“Na minha opinião, não existe uma oferta pronta de desenvolvedores que possuem a capacidade, habilidade e vontade de completar o trabalho de cerca de meia dúzia de voluntários que mantém o projeto de pé”, afirmou o VP do Apache OpenOffice, Dennis Hamilton.

Apesar de nada ter sido definido sobre o assunto, Hamilton, que se reporta para a diretoria da Apache Software Foundation (ASF), afirma que “a aposentadoria do projeto é uma possibilidade séria”.

E uma das razões para esvaziamento está no LibreOffice, outra alternativa open source para o software da Microsoft. Lançado em 2011, o Libre recebe updates constantes, enquanto que a última atualização liberada para o OfficeOffice data do já longínquo mês de outubro de 2015, quando soltaram a versão 4.1.2 do pacote.

Esse, aliás, foi o único lançamento do OpenOffice em 2015, após receber apenas dois updates em 2014. Para efeito de comparação, o LibreOffice recebeu nada menos do que 14 atualizações apenas no ano passado.

A falta de updates compromete a segurança dos usuários. Exemplo disso é que o próprio OpenOffice liberou um aviso em julho sobre uma vulnerabilidade de segurança que não tinha solução - as soluções sugeridas pela equipe do app consistiam em justamente usar os já citados LibreOffice ou Microsoft Office - mais tarde, em agosto, a organização liberou um patch para esse bug específico no OpenOffice.

Fonte: IDGNOW!

Nenhum comentário