Imposto Territorial Rural tem melhorias em 2011

Desenvolvido pelo Serpro desde a década de 90, o programa para declaração do Imposto Territorial Rural, ITR2011, tem novidades que facilitam a vida do usuário. A expectativa para 2011 é de cerca de 5,6 milhões de declarações entregues.
Este ano foi o primeiro em que a Receita Federal do Brasil (RFB) parou de receber declarações do IRPF em papel . Daqui a alguns anos, é possível que o mesmo aconteça com o Imposto Territorial Rural, o ITR, pois, segundo a RFB, no ano passado, o programa já teria atingindo 98,9% das 5.455.892 declarações recebidas. A título de comparação, em 2003, o percentual de declarações enviadas através do Programa Gerador de Declaração (PGD) era de 86,5%. Ano após ano, desde a década de 90, o Serpro vem aprimorando a ferramenta, tornando seu uso mais fácil.

Na versão 2011 do ITR, algumas aplicações do ciclo como "Consulta Declarações ITR", "Aplicativo de Acerto de Declarações", "Lançamento ITR" e "Gerenciais do ITR" foram migradas para plataforma Java/Demoiselle e foram integradas dentro da Suíte de Aplicativos RFB.  Segundo David Teixeira Cavalcante, coordenador de negócios da Superintendência de Relacionamento com Clientes - Administração Tributária e Comércio Exterior (Sunac) do Serpro, "a alteração proporciona, entre outras coisas, acesso via certificação digital, melhoria da usabilidade, amigabilidade e padronização de interface, além de  integrações entre os sistemas dentro de um mesmo ambiente e uma reestruturação arquitetural ampliando o reuso e aperfeiçoando a manutenibilidade das aplicações", explica.

Quem deve declarar o ITR?

O início do recebimento das declarações foi no último dia 22 e a declaração deve ser feita até às 23h59min59s do dia 30 de setembro. Para baixar o programa ITR2011, basta ir ao sítio www.receita.fazenda.gov.br. São obrigados a declarar o ITR2011, proprietários, titulares do domínio útil ou possuidores de imóveis rurais, inclusive o imune ou isento. Os contribuintes que não estejam enquadrados nas hipóteses de obrigatoriedade de envio, poderão entregar a declaração em mídia removível, nas agências do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal; ou em formulário que deve ser entregue nas agências e lojas franqueadas dos Correios.

A multa por atraso na entrega ou por apresentar declaração retificadora é de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido - não podendo o seu valor ser inferior a R$ 50,00, no caso de imóvel rural sujeito à apuração do imposto, além de multa e juros. No caso de imóvel rural imune ou isento, a não apresentação da declaração no prazo implica multa de R$ 50,00.

Comunicação Social do Serpro - Florianópolis, 2 de setembro de 2011

Fonte: Portal Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados)

Comentários

Mais vistas da semana

Alferes Linux - A Plataforma Tecnológica Corporativa da Polícia Militar de Minas Gerais

LibreCAD uma alternativa CAD 2D livre

Software Livre na Administração Pública

Inteligência artificial estará no centro da computação, diz CEO do Google

Melhore seu Python com um shell interativo