IGTEC desenvolve geoplataforma para plantio de mudas de árvores

O Instituto de Geoinformação e Tecnologia (IGTEC) irá desenvolver uma geoplataforma 3D, base de tecnologia de visualização de mapas dinâmicos e interativos, para apresentar os temas do projeto “Plantando o Futuro”. A ação, instituída pelo governador Fernando Pimentel, pelo decreto nº 46.974/2016, visa o plantio e a recuperação de nascentes e áreas degradadas, com expectativa de término para dezembro de 2018.
O programa objetiva a recuperação de 40 mil nascentes, 6 mil hectares de mata ciliar e 2 mil hectares de áreas degradadas, por meio do plantio de 30 milhões de mudas de árvores de diversas espécies. Ao todo, a iniciativa irá contemplar os três biomas mineiros, Mata Atlântica, Caatinga e Cerrado, nos 17 territórios de desenvolvimento de Minas Gerais.
De acordo com o diretor-geral do IGTEC, Daniel Lisbeni, o grupo de trabalho criado pelo decreto, ao qual o IGTEC participa, tem a missão de desenvolver as diretrizes de atuação de cada ator do projeto.
“A geoplataforma, sistema que permite a visualização de dados espaciais oficiais do estado e municípios, contribui de forma a reunir informações sistemáticas de cada área de desenvolvimento, além de possibilitar à população atuar diretamente no processo de reflorestamento da sua própria região”, explicou Lisbeni.
O “Plantando o Futuro” é coordenado pela Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), com auxílio de órgãos e entidades federais, estaduais e municipais, organizações não governamentais e iniciativa privada.
Outras informações podem ser acessadas no sítio www.plantandoofuturo.mg.gov.br.

Fonte: IGTEC

Comentários

Mais vistas da semana

Busca do Google para Android agora encontra dados "escondidos" em apps

Google libera para desenvolvedores nova ferramenta de linguagem natural

LibreCAD uma alternativa CAD 2D livre

Líderes mostram porque os dados são o novo petróleo

IBM investirá US$ 1 bilhão no software Linux