Postagens

Mostrando postagens com o rótulo mercado TI

IBM ao adiquirir a Red Hat muda completamente o panorama da Cloud Computing

Imagem
A IBM (NYSE: IBM) e a Red Hat (NYSE: RHT), fornecedora líder mundial de software de nuvem de código aberto, anunciaram hoje que as empresas chegaram a um acordo definitivo segundo o qual a IBM adquirirá todas as ações ordinárias emitidas e em circulação da Red. Hat por US $ 190,00 por ação em dinheiro, representando um valor total da empresa de aproximadamente US $ 34 bilhões. “A aquisição da Red Hat é uma mudança de jogo. Isso muda tudo sobre o mercado de nuvem ”, disse Ginni Rometty, Presidente e CEO da IBM. “A IBM se tornará a fornecedora de nuvem híbrida nº 1 do mundo, oferecendo às empresas a única solução de nuvem aberta que irá liberar todo o valor da nuvem para seus negócios. "A maioria das empresas hoje tem apenas 20 por cento ao longo de sua jornada na nuvem, alugando poder de computação para cortar custos", disse ela. “Os próximos 80% são sobre desvendar o valor real dos negócios e impulsionar o crescimento. Este é o próximo capítulo da nuvem. Isso requer

Red Hat adquire CoreOS por US$ 250 milhões

Imagem
A Red Hat, Inc. (NYSE: RHT), fornecedora líder mundial de soluções de código aberto, anunciou hoje que assinou um acordo definitivo para adquirir a CoreOS, Inc., um inovador e líder em Kubernetes e soluções nativas de contêineres, por uma preço de compra de US $ 250 milhões, sujeito a certos ajustes no encerramento que não se espera que sejam materiais. A aquisição da CoreOS aumentará a visão de permitir que os clientes criem qualquer aplicativo e os implementem em qualquer ambiente com a flexibilidade oferecida pelo código aberto. Ao combinar as capacidades complementares do CoreOS com o já amplo Kubernetes e o portfólio de contêineres da Red Hat, incluindo a Red Hat OpenShift, a Red Hat tem como objetivo acelerar ainda mais a adoção e o desenvolvimento da plataforma líder de nuvem híbrida do setor para cargas de trabalho de aplicativos modernas.      Acreditamos que esta aquisição cimenta a Red Hat como uma pedra angular da nuvem híbrida e implantações de aplicativos mo

Sebrae abre 480 vagas para cursos gratuitos sobre tecnologia

Imagem
Há opções de capacitação em administração de redes, manutenção de computadores e estratégias de marketing digital. O Sebrae-SP está com 480 vagas abertas para quem quer se capacitar para trabalhar por conta própria no setor de informática. Os cursos são gratuitos e estão disponíveis em todo o Estado de São Paulo dentro do Super MEI, programa recém-lançado pela entidade e voltado à qualificação do Microempreendedor Individual (MEI). Entre as opções de capacitação estão formação inicial em instalador e reparador de redes de computador, em manutenção de máquinas copiadoras e impressoras e em montagem e manutenção de computadores, e ainda em estratégias de marketing digital. "É uma ótima oportunidade para aprender uma profissão ou se aperfeiçoar no segmento e se preparar para ter um negócio regularizado no ramo", indica a associação, sinalizando que, ao todo, o Super MEI oferece 50 mil vagas em 164 cursos de capacitação em 18 áreas de atuação como beleza,

Mercado de TI do Brasil voltará a crescer em 2017, aponta Gartner

Imagem
Horrível. Esse foi o adjetivo utilizado pelo Gartner para classificar o desempenho do mercado brasileiro de TI em 2015. A consultoria observou retração de 30% nos gastos das empresas do País com recursos computacionais ao longo do ano passado, em comparação ao período anterior. O cenário segue ruim no curto prazo, porém, o revés será menos acentuado em 2016, com perspectiva queda da ordem 12,9% nos gastos. A projeção reverte uma previsão anterior da companhia de análise de mercado, que apontava para avanço de 0,6% sobre os US$ 95,8 bilhões transacionados no ano passado. O cenário apresenta sinais de melhora a partir de 2017. É aí que a indústria de tecnologia no país começa a retornar taxas de evolução “no azul”. A expectativa é de um crescimento de 1,6% nos investimentos alocados em recursos computacionais frente a 2016. A evolução, contudo, vem sobre um ambiente que sofreu bastante no passado recente. Dessa forma, as quedas nos investimentos medidos pelo Gartner levam o seto